Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização de acordo com a nossa Política de cookies.

concordo

Quadros de uma Exposição

Átrio da Câmara Municipal de Lisboa
Sex 11 Out 13:00
Entrada Livre

O contraste entre o violino e o contrabaixo é pretexto para os Solistas da Metropolitana reinventarem os Quadros de uma Exposição de Modest Mussorgsky, uma obra cuja popularidade se deve em grande medida à espetacularidade da orquestração de Maurice Ravel. Esse aparato instrumental dilui-se aqui numa transcrição minimalista que se resume no essencial. Mas não só! Transfigura-se em sonoridades improváveis inspiradas num álbum gravado ao vivo, em 1971, pelo grupo inglês de Rock Progressivo ELP. Aí também se recria a música de Mussorgsky. Neste sentido, diversas variantes do Rock pontuam os sucessivos «quadros»; maneira de homenagear Keith Emerson, o teclista daquela banda falecido em 2016. Por vezes, as fronteiras entre os géneros musicais são mais ténues do que aparentam. A iniciar o programa, ouvimos ainda 5 das 8 peças de uma suíte que Reinhold Glière, compositor natural de Kiev, compôs em 1909.

 

Quadros de uma Exposição
Solistas da Metropolitana

R. Glière Suíte para Violino e Contrabaixo (transc. parcial das Peças Op. 39, por F. Proto)
M. Mussorgsky Quadros de uma Exposição (arr. para violino e contrabaixo em estilo Rock Progressivo de R. Alexeev)

Diana Tzonkova violino
Ercole de Conca contrabaixo

Em Destaque