Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização de acordo com a nossa Política de cookies.

concordo
Temporada Música de Câmara

Polifonia Alemã para Violino Solo

Fundação Arpad Szenes - Vieira da Silva
Sáb 28 Nov 11:00

O jovem Johann Sebastian Bach conheceu Johann Paul von Westhoff aquando da sua primeira permanência na cidade de Weimar, em 1703. Terá sido nessa ocasião que teve pela primeira vez contacto com música especificamente escrita para violino solo. Westhoff servia então a corte local, naqueles que foram os últimos anos da sua vida. Mas antes, já afirmara a sua reputação como um dos violinistas mais virtuosos do seu tempo e publicara em 1696, em Dresden, o primeiro caderno de suítes para violino solo de que há registo. Essas suítes distinguem-se pela combinação das influências francesa e italiana, mas sobretudo pelas sugestões de contraponto e harmonia que consegue implicitamente extrair de um instrumento tendencialmente monódico. Aquele encontro terá certamente influenciado a motivação que levou Bach a completar mais tarde, cerca de 1720 em Cöthen, as seis célebres sonatas e partitas BWV 1001-1006, onde tomou como ponto de partida o legado de Westhoff para desenvolver uma escrita extraordinariamente complexa e virtuosística. Por sua vez, já em 1735, Georg Phillipp Telemann terá tido em conta a música de Bach quando compôs as suas doze fantasias para violino solo. Porém, neste caso, trata-se de peças tecnicamente mais acessíveis, porventura pensadas para um mercado editorial mais abrangente.

 

PROGRAMA DE SALA

 

Polifonia Alemã para Violino Solo
Solistas da Metropolitana

J. P. v. Westhoff Suíte para Violino N.º 5
G. P. Telemann Fantasia N.º 1, TWV 40:14
G. P. Telemann Fantasia N.º 3, TWV 40:16
J. S. Bach Sonata para Violino Solo N.º 2, BWV 1003

Ágnes Sárosi violino

Em Destaque