Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização de acordo com a nossa Política de cookies.

concordo
De Viva Voz

«Domitila» de João Guilherme Ripper

Grande Auditório do Centro Cultural de Belém
Dom 16 Out 17:00

21€ a 35€

Bilhetes à venda

Domitila é o título da ópera estreada em 2000 por João Guilherme Ripper no Centro Cultural Banco do Brasil, no Rio de Janeiro. Inspirado em cartas trocadas entre D. Pedro I e a Marquesa de Santos, Domitila de Castro Canto e Melo, entre 1822 a 1829, o libreto narra o dia em que a Marquesa se despede do Rio de Janeiro e regressa a São Paulo, marcando o fim de um turbulento relacionamento amoroso, pondo em cena as lembranças da amante mais famosa do imperador D. Pedro I. Agora, e a propósito das comemorações dos 200 anos da independência do Brasil, o CCB volta a esta ópera, tendo encomendado ao compositor uma versão orquestral para ser estreada em Portugal, juntando a soprano Carla Caramujo à Orquestra Metropolitana de Lisboa, que será dirigida pelo maestro brasileiro Tobias Volkman.

 

Domitila
de João Guilherme Ripper
Orquestra Metropolitana de Lisboa

José Maurício Garcia Abertura Zemira
José Maurício Garcia Abertura em Ré Menor

João Guilherme Ripper Domitila (Ópera em um ato na versão com orquestra encomendada pelo CCB)

Carla Caramujo soprano
Tobias Volkmann maestro

Carlos Antunes encenação e cenografia
Nuno Esteves figurinos e adereços

FOTOGRAFIA: Sónia Godinho – Sofia Lima Atelier

 

 

Em Destaque