Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização de acordo com a nossa Política de cookies.

concordo
Instrumentos de Música | Pintura de Anne Vallayer-Coster (1770) | Fonte: Wikimedia Commons

05/07/2021

Concerto Brandeburguês N.º 4


O Concerto Brandeburguês N.º 4 de J. S. Bach terá sido composto em 1720 e faz parte do caderno de seis concertos dedicados ao Marquês de Brandeburgo no ano seguinte. É exemplo de um Concerto Grosso, conforme o modelo de Arcangelo Corelli, o qual oferece a oportunidade de um ou mais solistas brilharem à frente da orquestra. É uma partitura exuberante, pelo maneira criativa como explora os desenhos melódicos, a harmonia, o ritmo, as combinações instrumentais…

**

Segundo o lendário maestro Nikolaus Harnoncourt, e muito embora tenha como partes solistas um violino e duas flautas, este concerto pode ser entendido como um Concerto para Violino, tal é o protagonismo e a dificuldade técnica da parte solo deste instrumento. Ainda assim, antes mesmo de o violino se mostrar, são as flautas que no primeiro andamento se encarregam de instalar progressivamente, e com grande destaque, uma paisagem sonora idílica baseada numa sequência de variações sobre o tema inicial. Pelo meio, o violino solo irrompe com fraseios amplos e ostensivos. Esta manifesta alegria contrasta bastante com o dramatismo do andamento seguinte. Não por acaso, o compositor designou as flautas como «fiauti d’echo», o que neste caso significa que nesta secção elas poderiam tocar por detrás do palco a fim de criar um outro efeito cénico, designadamente a sensação de distância. No terceiro andamento são utilizadas técnicas contrapontísticas para animar a «conversa» entre os solistas e o tutti orquestral. Os ritornellos apresentam os elementos fundamentais da Fuga, ao passo que nos episódios intermédios os solistas enredam-se em variações sobre o tema. Uma vez mais, assiste-se a solos frenéticos do violino.

 

Rui Campos Leitão

Artigos Relacionados

Os Concertos Brandeburgueses

Os Concertos Brandeburgueses são uma coleção de seis peças instrumentais que Johann Sebastian Bach dedicou em 1719 ao Marquês de Brandeburgo. Saber Mais