Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização de acordo com a nossa Política de cookies.

concordo

Nota do novo diretor executivo, Miguel Honrado

Miguel Honrado iniciou o exercício de funções como Diretor Executivo da AMEC | Metropolitana no dia 3 de fevereiro.


“A vivência e fruição culturais conheceram, nas últimas décadas, enorme desenvolvimento e transformação. A experiência cultural, cada vez mais exigida pelos cidadãos, é aquela que lhes reserva uma participação ativa e lhes permite ocupar o centro da ação cultural. A progressiva conversão do conceito de democratização cultural em democracia cultural, foi o corolário deste apaixonante processo.

A AMEC | Metropolitana é um brilhante protagonista deste notável percurso. Fruto do apaixonado empenhamento de uma vasta equipa, verdadeira personificação do seu prestígio e excelência, ergue-se uma originalíssima construção fundada na transmissão do conhecimento musical e artístico em que conhecimento e prática, transmissão e aprendizagem, envolvem e desafiam o público como experiência cultural marcante e diferenciadora. Neste sentido, além de projeto cultural de referência, a AMEC | Metropolitana é um originalíssimo exercício de cidadania.

É, para mim, motivo de inexcedível orgulho servir doravante a sua causa.”
 

Miguel Honrado
4 de fevereiro de 2020

Perfil
MIGUEL HONRADO


Miguel Honrado é Licenciado em História pela Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa e tem uma pós-graduação em Curadoria e Organização de Exposições pela ESBAL /Fundação Calouste Gulbenkian. Exerce, desde 1989, a sua atividade nos domínios da produção e gestão cultural. Neste contexto, interveio em projetos culturais de grande relevo nacional e internacional como o Festival Europália ou as programações culturais das Exposição Universal de Sevilha 92, Exposição Mundial de Lisboa 98 ou Lisboa Capital Europeia 94. Desde o início do seu percurso profissional tem mantido uma relação privilegiada com o universo da dança contemporânea, tendo integrado e depois coordenado a equipa do Departamento de Dança do Instituto Português das Artes do Espetáculo (IPAE) entre 1999 e 2002. Foi Diretor Artístico do Teatro Viriato de 2003 a 2006.

Foi, entre 2003 e 2013, professor convidado da Universidade Lusófona, responsável pelo Seminário de Políticas Culturais, integrado no Mestrado em Gestão Cultural. Foi entre 2006 e 2012 professor assistente da Escola Superior de Teatro e Cinema. Foi entre 2005 e 2007 Presidente do Conselho de Administração da IRIS – Associação Sul Europeia para a Criação Contemporânea. Em 2007 foi curador do evento “Jardim do Mundo” integrado no projecto “O Estado do Mundo” programado por António Pinto Ribeiro para a celebração do 50.º Aniversário da Fundação Calouste Gulbenkian. Foi membro do Conselho Consultivo do Programa Gulbenkian Educação para a Cultura e Ciência – Descobrir, entre 2012 e 2015.

Foi entre novembro de 2007 e dezembro de 2014 Presidente do Conselho de Administração da EGEAC – Empresa Municipal de Gestão de Equipamentos e Animação Cultural, Câmara Municipal de Lisboa. Foi, desde janeiro de 2014, Presidente do Conselho de Administração do Teatro Nacional D. Maria II.

Em abril de 2016 foi nomeado Secretário de Estado da Cultura, cargo que ocupou até 2018. Foi, depois, nomeado Vogal do Conselho de Administração da Fundação Centro Cultural de Belém.

É membro do Conselho Consultivo da Artemrede desde 2019.

Notícias Relacionadas

Notícia
Anterior

Suspensão de atividades até 31 de maio

Saber Mais

Encerramento do Edifício-Sede da AMEC | Metropolitana

Saber Mais

Metropolitana suspende atividade artística até 5 de abril

Saber Mais

Músico Nuno Baptista vence Prémio Inatel. “Está a ser uma experiência incrível!”

Saber Mais

Solistas da Metropolitana e António Rosado dão Concerto Antena 2 em Lisboa

Saber Mais
Notícia
Seguinte