Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização de acordo com a nossa Política de cookies.

concordo

Quartetos de Mendelssohn

El Corte Inglés
Qui 19 Out 19:00
Entrada livre sujeita a reserva

Os quartetos de cordas de Mendelssohn permitem-nos percorrer todas as fases da sua carreira. Em 1823, com apenas catorze anos de idade, ensaiou um primeiro exercício. Mas só em 1827 e em 1829 compôs aqueles que seriam primeiro publicados – e catalogados com número de ordem inverso. Assim, o Quarteto de Cordas N.º 1 que abre este programa é, na verdade, o terceiro. Distingue-se pelo registo afetuoso de três andamentos que desenlaçam, por fim, nos fraseados melódicos e nos ritmos frenéticos do último. Tal é o domínio técnico demonstrado que se reconhece ser uma das primeiras obras primas do compositor, em grande medida moldada nos derradeiros quartetos de Beethoven. Já em 1837 e 1838, Mendelssohn viria a compor outros três quartetos, os quais formam o Op. 44. Aqui, já se evidencia um estilo que lhe é singular, numa altura em que aclamado enquanto maestro à frente da Orquestra do Gewandhaus de Leipzig, a oratória Paulus conquistara grande sucesso e casara recentemente. O experimentalismo e a exuberância técnica dão lugar a encadeamentos dramáticos mais coerentes. Os instrumentos confrontam-se entre si numa fluidez musical irrepreensível. O Quarteto de Cordas N.º 5 será o mais elaborado dos que formam o caderno Op. 44. Adivinha-se que a complexidade e o espírito inovador dos quartetos de Beethoven tenha sido exemplo inspirador.

Quartetos de Mendelssohn
Solistas da Metropolitana

F. Mendelssohn Quarteto de Cordas N.º 1, Op. 12
F. Mendelssohn Quarteto de Cordas N.º 5, Op. 44/3

Alexêi Tolpygo, Ágnes Sárosi violinosJoana Cipriano violaNuno Abreu violoncelo

Em Destaque