Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização de acordo com a nossa Política de cookies.

concordo
Ciclo Bach-Schubert

Mistério do Funchal

Academia das Ciências de Lisboa
Sex 11 Fev 19:00

15€

BILHETES À VENDA NA TICKETLINE E NOS LOCAIS HABITUAIS

Bilhetes à venda

Os doze concerti grossi de António Pereira da Costa foram publicados em meados do século XVIII. Trata-se da produção mais importante do músico madeirense, muito embora pouco se saiba acerca da sua origem, sequer se alguma vez chegou a ser tocada no Funchal, onde foi Mestre de Capela da Sé. O primeiro desses concertos junta-se aqui a uma concerto de Bach e a uma sinfonia de Schubert. O primeiro dos concertos brandeburgueses é o único que se divide em quatro andamentos, na vez de três. Apresenta uma formação tipicamente barroca, com oboés, fagotes, trompas, cordas e baixo contínuo. Já a Sinfonia N.º 6 tem maior aparato orquestral. No manuscrito autógrafo lê-se «Grande Sinfonia em Dó Maior», por juntar tímpanos, trompetes e clarinetes à instrumentação da sinfonia anterior. Quis o destino que ficasse conhecida por «A Pequena», a fim de se distinguir de uma outra sinfonia em Dó Maior que completou dez anos mais tarde, essa sim, «A Grande».

 

Mistério do Funchal 
Orquestra Metropolitana de Lisboa

J. S. Bach Concerto Brandeburguês N.º 1
António Pereira da Costa Concerto Grosso N.º 1 *
F. Schubert Sinfonia N.º 6

Paul Daniel maestro

*Partitura gentilmente cedida pela Orquestra Clássica da Madeira

Em Destaque