Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização de acordo com a nossa Política de cookies.

concordo
De Viva Voz

Concerto de Encerramento do Festival Música Viva 2022

Grande Auditório do Centro Cultural de Belém
Dom 27 Nov 17:00

12€ a 20€

Bilhetes à venda

O Festival Música Viva encerra a sua 28.ª edição na companhia da Orquestra Metropolitana de Lisboa e do Coro da Universidade de Lisboa. Tudo começa com uma das mais belas melodias de Claude Debussy. En bateau introduz uma Petite suite que foi originalmente escrita para piano mas que é aqui tocada na versão orquestral com que se tornou mais conhecida. Seguem-se então duas personalidades que morreram no mesmo ano em que a Metropolitana foi fundada, há precisamente três décadas. Primeiro Constança Capdeville, compositora catalã que em 1951, com apenas 14 anos de idade, se radicou em Portugal, onde foi pioneira de um género criativo a que chamou teatro-música. Que mon chant ne soit plus d’oiseau, é um dos derradeiros testemunhos do seu importante legado. Depois Olivier Messiaen, o compositor que também se inspirou muito no canto dos pássaros, mas que em Trois petites liturgies nos apresenta a arte como expressão serena da sua fé católica.

 

Concerto de Encerramento do Festival Música Viva 2022
Orquestra Metropolitana de Lisboa
Coro Juvenil da Universidade de Lisboa

C. Debussy Petite suite
Constança Capdeville Que mon chant ne soit plus d’oiseau,
O. Messiaen Trois petites liturgies de la présence divine

Elsa Silva piano
Thomas Bloch ondas martenot
Erica Mandillo maestrina do Coro
Pedro Neves maestro

Em Destaque