Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização de acordo com a nossa Política de cookies.

concordo
Ciclo 30 anos

A Musa e o Poeta 

Picadeiro Real do Museu dos Coches
Sáb 02 Abr 17:00

15€

Bilhetes à venda

Em junho de 1992, aquando do concerto de apresentação da Orquestra Metropolitana de Lisboa, sentavam-se nas primeiras estantes dos naipes de violinos e violoncelos James Dahlgren e Paulo Gaio Lima, respetivamente. Assim aconteceu durante vários anos, construindo-se uma relação de cumplicidade artística que muito contribuiu para a consolidação de uma orquestra que dava então os primeiros passos e que, entretanto, se tornou «adulta». Hoje, passadas quase três décadas, Dahlgren é concertino da Orquestra Real Filarmonia da Galiza. Gaio Lima tornou-se professor de referência da Academia da Metropolitana e pedagogo de renome internacional. Se não nos tivesse deixado cedo demais – em maio do ano passado –, deveria juntar-se aqui na interpretação d’A Musa e o Poeta de Camille Saint-Saëns, um poema musical que coloca frente a frente dois instrumentos com muitas ideias para trocar. Para prosseguir a «conversa» contamos com o contributo da sua discípula Teresa Valente Pereira.

 

A Musa e o Poeta
Orquestra Metropolitana de Lisboa

Emanuel Frazão Divertimento para Orquestra
C. Saint-Saëns A musa e o poeta, para violino, violoncelo e pequena orquestra (arr. de David Walter)
F. Poulenc Sinfonietta

James Dahlgren violino
Teresa Valente Pereira violoncelo
Pedro Neves maestro

Em Destaque