Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização de acordo com a nossa Política de cookies.

concordo

Percussões da Metropolitana

Escola Profissional Metropolitana

O apelo das percussões é óbvio junto de todos os públicos, especialmente dos mais jovens. Mas, por trás das exibições de maestria e dos efeitos gestuais, há todo um estudo e uma prática que não podem ser descurados e marcam a diferença.

As Percussões da Metropolitana são a prova disso mesmo. Juntando alunos da Escola Profissional Metropolitana, do Conservatório de Música da Metropolitana e da Academia Nacional Superior de Orquestra, esta formação tem procurado como desafio a apresentação de reportórios bem diversificados, que passam do erudito à pop e às músicas do mundo. Mistura unificada essencialmente pela qualidade, mas também pela ousadia que dá sempre uma nota de espetacularidade às interpretações.

A divulgação musical é um dos objetivos deste agrupamento, pelo que faz muitas apresentações para público escolar, mas realiza também concertos de maior fôlego em salas como o Centro Cultural de Belém ou o Cinema São Jorge, com solistas convidados como Anders Åstrand, Pedro Carneiro, entre muitos outros. Tem-se apresentado igualmente em alguns dos principais festivais de rua de Lisboa.

Em 2011 e 2014 o grupo foi galardoado com o 1.º Prémio na categoria de Música de Câmara, nível médio, do Prémio Jovens Músicos, da RDP – Antena 2 e, em fevereiro de 2015, foi distinguido internacionalmente como Grand Prix Winner no «21st Century Art competition for young performance», que se realizou no Funchal.

Este jovem grupo evidencia como a ponte entre a formação pedagógica e a prática artística musical tem dado frutos neste projeto inovador da Metropolitana. Uma descoberta constante dos sons e dos ritmos, dirigida pelo professor Marco Fernandes.

As Percussões da Metropolitana tocam exclusivamente com produtos das marcas Yamaha e Zildjian.