Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização de acordo com a nossa Política de cookies.

concordo

Joana Dias

1.º Violino

Joana Dias nasceu na Covilhã, em 1987, e iniciou os estudos musicais em 1999 na Escola Profissional de Artes da Beira Interior, nas classes dos professores Clara Ramos, António Martelo e António Oliveira e Silva (Violino, Música de Câmara e Orquestra, respetivamente), terminando o curso com distinção em 2005. Recebeu uma Menção Honrosa da Cidade da Covilhã pelo mérito das qualificações obtidas no ensino secundário e, nesse mesmo ano, foi ainda premiada no PJM / Edição 2005 com o 1.º Prémio em Música de Câmara / Nível Médio.

Ingressou em 2005 na Escola Superior de Música de Lisboa, onde frequentou as classes dos professores António Anjos, Irene Lima e Paulo Pacheco, terminando a licenciatura em 2008. Durante a licenciatura foi bolseira por dois anos consecutivos da Orquestra Sinfónica Juvenil, em parceria com a Fundação EDP (2006/07, 2007/08). Entre 2010 e 2012 estudou no Conservatório Real de Bruxelas  na classe do professor Yuzuko Horigome (1.º Prémio no Queen Elisabeth Competition / 1980) onde completou o mestrado em Performance e se graduou em 2012 com distinção. Em 2011 foi ainda premiada no Concurso Internacional de Arcos Júlio Cardona (Prémio Covilhanense).

Durante o ciclo de mestrado foi bolseira da Fundação Calouste Gulbenkian. Os seus últimos anos de formação, entre 2012-2016, tiveram lugar na Hochschule für Musik und Tanz Köln, em parceria com Orchesterzentrum NRW na classe de Emilian Piedicuta (2.º Concertino da Düsseldorfer Symphoniker) onde tirou o mestrado de especialização em Orquestra com distinção.

Frequentou várias masterclasses de Violino e Música de Câmara, estudando e aprendendo com professores e músicos como Angel Sanpedro, Michael Bochmann, Michael e Irina Tseitlin, Erkki Lahesmma, Jeroen Reuling, David Le Fèvre, Rainer Schmidt, Xuan Du, Gerardo Ribeiro, Marco Rizzi, El-Bacha e Yuzuko Horigome, Shirley Laub, Christian Heubes e Timothy Summers.

Participou em diversos festivais de orquestra, destacando-se a Semaine International de Musique du Luxembourg, a OPEM / Orquestra Portuguesa das Escolas de Música, a Fondazione Cantiere
Internazionale di Musica, a Aproarte, o Festival de Schleswig com a Orquestra Báltica Hostein e, mais recentemente, com a Orquestra XXI. Esteve em contacto com solistas de nomeada, como Nelson Freire, Maria João Pires, Boris Berezovsky, Mischa Maisky e Martha Argerich, e maestros como  Kristyan Järvi, Adam Fischer, Pablo Heras Casado e Daniel Harding.

Foi academista da Mahler Chamber Orchestra durante as temporadas 2012/13 e 2015/16. Colaborou ainda com a Deutsche Radio Philharmonie Saarbrücken (2014/15) e com a Düsseldorfer Symphoniker (2016/17). Atualmente, integra o naipe dos Primeiros Violinos da Orquestra Metropolitana de Lisboa.