Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização de acordo com a nossa Política de cookies.

concordo

Tiago Pinto-Ribeiro

Natural do Porto, Tiago Pinto-Ribeiro iniciou os estudos de Contrabaixo no Conservatório Regional de Gaia e graduou-se na Escola Superior de Música do Porto. Como bolseiro da Fundação Calouste Gulbenkian, ingressou na Universidade das Artes de Berlim, na classe do professor Michael Wolf, concluindo a Licenciatura e o Mestrado com as máximas classificações. Frequentou várias masterclasses com contrabaixistas como Rainer Zepperitz, Dane Roberts, Klaus Stoll, Wolfgang Güttler e Duncan Mctier, entre outros. Entre os vários prémios nacionais e internacionais conquistados, destacam-se o 1.º Prémio no Concurso Internacional de Cordas “Júlio Cardona” e a Menção Honrosa no Concurso Internacional de Contrabaixo da International Society of Bassists, realizado em Houston. Tem-se apresentado a solo e em música de câmara em festivais realizados na Alemanha, Inglaterra, Suíça, França, Polónia e Portugal, em parceria com grandes músicos da atualidade, tais como Gérard Caussé, Jack Liebeck, Kyril Zlotnikov, Pascal Moraguès, Adrian Brendel, Corey Cerovsek, Benjamin Schmid, Marcelo Nisinman, José van Dam, Chen Halevi, Tatiana Samouil, Isabel Charisius, Quirine Viersen, Silvia Careddu e seu irmão Filipe Pinto-Ribeiro.

Tocou em algumas das melhores orquestras mundiais, tais como a Orquestra Sinfónica NDR de Hamburgo (onde trabalhou 2 anos), a Orquestra Filarmónica NDR de Hannover, a Orquestra Sinfónica de Berlim e a Orquestra Sinfónica da Galiza, entre outras, onde foi dirigido por maestros consagrados, como Claudio Abbado, Cristoph von Dohnányi, Kent Nagano e Cristoph Eschenbach. É contrabaixista da Orquestra Sinfónica do Porto Casa da Música e professor de Contrabaixo e de Música de Câmara na Academia Nacional Superior de Orquestra, na Escola Profissional de Espinho e na Universidade de Aveiro. Colabora frequentemente com o DSCH – Schostakovich Ensemble.