Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização de acordo com a nossa Política de cookies.

concordo

Clara Alcobia Coelho

Formação Auditiva

Clara Alcobia Coelho fez os estudos superiores na ESML nas áreas de Formação Musical e Direção Coral, onde estudou com Vasco Azevedo, e concluiu o mestrado em Direcão Coral em 2010, sob a orientação de Paulo Lourenço. Tem trabalhado regularmente como maestrina na preparação de programas do Coro Gulbenkian, como L’Autre Hiver (projeto ENOA de música contemporânea, do compositor Dominique Pauwells), La danse des Morts de Honegger, na Fundação Gulbenkian, Motetos de J. S. Bach, Sonho de uma Noite de Verão de Mendelssohn e Triumph to Exist de Magnus Lindberg. No Festival Les Musicalles de Grillon, foi maestrina do Coro de 2006 a 2016. Dirige desde 2010 o Ensemble Lusiovoce, com o qual se apresentou nos festivais Cistermúsica, Festival de Órgão de Santarém, Festival Estoril-Lisboa, Festival de Órgão da Madeira e Festival de Órgão de Mafra. Com agrupamentos da ESML, dirigiu a ópera Páride ed Helena de Gluck no São Luís Teatro Municipal, bem como muitos outros concertos e audições de música coral e vocal de câmara. Integra o Coro Gulbenkian desde 1997 e colaborou também com outros agrupamentos, como soprano (Oficium Grupo Vocal, Voces Caelestes, Ensemble MPMP e Studio Contrapuncti). Recentemente, tem reforçado na sua atividade a execução de música contemporânea, com estreias de compositores portugueses de música para coro e órgão, na direção de versão encenada de Hummus, de Zad Moultaka, em Lisboa e em Londres com a companhia Opera Lab Europe, e na direção e gravação do 1.º Prémio Musa – Prémio de Composição MPMP, dedicado inteiramente a música moderna e contemporânea portuguesa para coro a capella sobre textos de Sophia de Mello Breyner, com o Ensemble MPMP. É docente desde 2001 na Escola Superior de Música de Lisboa e na Academia Nacional Superior de Orquestra.