Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização de acordo com a nossa Política de cookies.

concordo

Nuno Vaz

Trompa

TROMPA | MÚSICA DE CÂMARA | REPERTÓRIO E EXCERTOS DE ORQUESTRA

Solista A e Chefe de Naipe da Orquestra Metropolitana de Lisboa, entre 2008 e 2016, e membro do Remix Ensemble Casa da Música, desde 2011, inicia os seus estudos musicais aos 11 anos na Academia de Música da Sociedade Filarmónica Vizelense.

Mais tarde, frequenta a classe de trompa do Prof. João Carlos Alves na Academia de Música Valentim Moreira de Sá em Guimarães. Em 2002, ingressa na Escola Profissional e Artística do Vale do Ave, na classe de Trompa do Prof. Hélder Vales, onde conclui o Curso de Instrumentista de Sopro. Em 2009 termina o grau de Licenciatura como Instrumentista de Orquestra na Academia Nacional Superior de Orquestra na classe de trompa do Prof. Abel Pereira, com a máxima classificação.

Durante a sua formação participou em masterclasses em Portugal e no estrangeiro, com ilustres trompistas e ensembles de renome internacional, bem como em orquestras com destaque para a Orquestra Geração (como docente) e Orquestra BISYOC.

Como artista convidado, tem-se apresentado com a Orquestra Sinfónica do Porto Casa da Música, Orquestra Sinfónica MusicAeterna de Perm (Rússia), Orquestra Filarmónica de Hamburgo (Alemanha), Orquestra Sinfonietta de Lisboa, Orquestra Gulbenkian, Orquestra do Algarve, sob a batuta e ao lado de grandes nomes do panorama musical mundial, apresentando-se em Portugal, Espanha, França, Inglaterra, República Checa, Suíça, Áustria, África do Sul, Bélgica, Cabo Verde, Luxemburgo, China, Itália, Alemanha e Turquia, quer em recitais a solo, música de câmara ou em orquestra.

Gravou para a RTP, RDP, RV e Antena 3 e com a Orquestra Metropolitana de Lisboa, Orquestra Sinfónica do Porto Casa da Música, Da Weasel, Rui Veloso, Tito Paris, Katia Guerreiro, Ala dos Namorados, The Gift, Let the Jamroll, Orquestra Sinfonietta de Lisboa, Banda Filarmónica Vizelense. Apresentou-se a solo com a Banda Filarmónica Vizelense, Orquestra de Sopros da Sociedade Filarmónica Vizelense, Orquestra do Algarve, Orquestra Metropolitana de Lisboa e Orquestra Gulbenkian, interpretando obras de W. A. Mozart, J. Haydn, R. Strauss e B. Britten.

É membro fundador do quarteto de trompas ART4ORN, Quinteto de Sopros Espelho Musical, Quinteto de Sopros 1/4 de Tom e do Ensemble Português de Trompas.

Em 2007 participa no Concurso «Prémio Jovens Músicos», ganhando o 1.º prémio na categoria de Trompa – Nível Superior e, em 2008, é distinguido com um Voto de Louvor pela Câmara Municipal de Vizela.

Continua ligado à Sociedade Filarmónica Vizelense, sendo professor na Academia dessa mesma instituição desde 2005. Atualmente leciona também na Orquestra Geração, na ANSO – Academia Nacional Superior de Orquestra e na ESMAE – Escola Superior de Música, Artes e Espetáculo.