Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização de acordo com a nossa Política de cookies.

concordo

Liviu Scripcaru

Violino

Liviu Scvipcaru nasceu na cidade romena de Iasi. Foi criado no seio de uma família com fortes tradições musicais e começou a estudar violino com seis anos de idade, sob a orientação de seu pai, desde o 1.º ao 12.º anos. Durante o Liceu, fez vários cursos de interpretação com professores romenos de nomeada. Do 8.º ao 12.º anos, foi Concertino da Orquestra do Liceu de Artes Octav Bancila, onde completou os estudos.
Em 1988 já havia participado em vários concursos nacionais, ficando sempre classificado nos três primeiros lugares. De 1990 a 1995, frequentou a Academia de Música George Enescu, que finalizou como Concertino da Orquestra Académica, tendo como professores Bujor Prelipcean, primeiro violino do Quarteto VOCES, e Leonid Popovici, completando o curso com a melhor classificação do seu ano. Durante os estudos, devido aos excelentes resultados obtidos, foi congratulado com bolsas de mérito por parte do Ministério da Educação da Roménia.
Em 1992 passou a ocupar o lugar de Primeiro Violino na Orquestra Sinfónica da Filarmónica Moldova, em Iasi, Roménia. Quatro anos mais tarde, veio a integrar a Orquestra Sinfónica Karlovy-Vary, da República Checa, na condição de assistente dos primeiros violinos. Enquanto estudante, foi membro de vários agrupamentos de câmara, com os quais participou em inúmeros concertos, audições e recitais. Como solista, fez vários concertos na Suíça, Itália, França, República da Moldávia, Noruega, Roménia e Portugal, entre outros países. Em 1997 integrou a Orquestra do Norte, como Chefe de Naipe dos Segundos Violinos, onde mais tarde também veio a exercer a função de Concertino. Em 1998 fundou o Quarteto de Cordas Pró’Arte. Foi Concertino e Solista da Orquestra de Câmara de Sintra e, desde 1994, é Concertino/Convidado da Ópera de Câmara Norueguesa. Em setembro de 2014 obteve o grau de Doutor em Música e Musicologia, Ramo Interpretação (Violino) na Universidade de Évora. De 2010 a 2018 foi professor na Universidade de Évora, onde fundou a Camerata do Departamento de Música e orientou várias teses de mestrado. Atualmente, é professor da Academia Nacional Superior de Orquestra.