Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização de acordo com a nossa Política de cookies.

concordo

Direção de Orquestra

Apresentação

Tenho tido o privilégio de uma carreira que me permite viajar, muito, pelo mundo fora. Nestes anos de música e viagens, tenho experimentado diferentes realidades culturais e académicas; a minha primeira morada fora de Portugal foi no norte de Chicago, em Evanston, como estudante de mestrado numa universidade norte-americana. Desde esse momento aprendi muito, mas percebi também – e criticamente observando a realidade cultural e académica que fui conhecendo –, que a formação que recebi em Portugal e, em particular, na Academia Nacional Superior de Orquestra, foi única e ao nível das melhores escolas em todo o mundo. Joana Carneiro, maestrina

Estrutura Curricular

Academia Nacional Superior de Orquestra

Estrutura Curricular - Curso Direção de Orquestra
2019

Tipo: PDF Tamanho: 1 MB
Academia Nacional Superior de Orquestra

Formulário de Inscrição ANSO 2019/2020
2019

Tipo: PDF Tamanho: 95 KB
Academia Nacional Superior de Orquestra

Matrículas e Propinas ANSO -2019/2020

Tipo: PDF Tamanho: 300 KB

CONDIÇÕES COMUNS DE ADMISSÃO ÀS LICENCIATURAS

> 12.º Ano de Escolaridade completo (qualquer área), ou equivalente

Obrigatório
Exame de Português, com a nota mínima exigida por lei (95 pontos)

Opcional
Exame de uma das seguintes provas de ingressos:

Inglês, Matemática, Espanhol e História da Cultura e das Artes, com a nota mínima exigida por lei (95 pontos)

> Prova comum, escrita, de pré-requisitos musicais constituída por três secções:

a) Formação Auditiva – secção formada por quatro grupos:

I) Reconhecimento auditivo de intervalos e de acordes de 3 e 4 sons;

II)
Memorização auditiva, seguida da escrita da mesma frase musical;


III)
Ditado rítmico percutido a 1 e 2 vozes;


IV)
Ditado instrumental (pelo menos a 2 vozes);

b) Análise Musical – secção formada por dois ou três grupos, visando:

I) Análise de um coral relativamente aos seguintes elementos: percurso tonal, funções tonais (graus), cadências e ornamentação;

II) Esquematização de duas ou três formas musicais típicas de qualquer época, corrente ou movimento musical no contexto da cultura erudita ocidental;

III) Análise concisa de uma partitura relativamente aos tópicos, aspetos, e elementos seguintes:
(No fim da análise é pedido um comentário acerca do estilo, época e compositor.)

> Identificação da instrumentação (com especial atenção a instrumentos transpositores) e de indicações técnicas e expressivas associadas a (grupos de) instrumentos específicos;

> Linha melódica/temas e seu fraseado;

> Dinâmica e agógica;

> Harmonia;

> Ritmo e tempo musical;

> Textura;

> Orquestração.

c) História da Música – secção formada por dois grupos, visando:

I) Identificação, relacionação e/ou a definição concisa, em história da música ocidental até ao final do séc. XX:

> de épocas artísticas, movimentos, correntes e subcorrentes estéticas, escolas e tendências;

> de conceitos técnicos e/ou estilísticos relevantes e terminologia específica;

>de compositores, intérpretes, teóricos, libretistas e críticos musicais;

> de obras musicais-chave;

> de tratados fundamentais, ou de outra documentação de particular relevância (por exemplo: artigos, manifestos, cancioneiros, coletâneas de repertório).

II) Identificação auditiva, por resposta de escolha múltipla, de excertos gravados de obras musicais de diferentes quadrantes temporais, geográficos, estilísticos e estéticos da História da Música Ocidental, num máximo de dez excertos.

CONDIÇÕES ESPECÍFICAS DE ADMISSÃO À LICENCIATURA EM DIREÇÃO DE ORQUESTRA

1.ª FASE

> Prova de Análise Especializada constituída por:

a) Ditado Instrumental Polifónico;

b) Deteção de Erros.
(Esta prova realiza-se na presença de um quarteto de cordas que executa um excerto com alguns erros, que deverão ser corrigidos na partitura original pelo candidato.)

c) Análise Auditiva.

d) Prova de Direção de Orquestra (2ª fase), realizada normalmente no mês de Julho, em data a determinar pelo órgão estatutariamente competente.

PRAZOS 2019/2020

CALENDÁRIO DOS EXAMES DE ADMISSÃO AO 1.º ANO

1.ª Chamada de 15 de abril a 17 de maio
2.ª Chamada de 1 a 12 de julho
Época especial em datas a anunciar


PRAZOS DE INSCRIÇÃO PARA OS EXAMES DE ADMISSÃO

1.ª Chamada: inscrições a decorrer
2.ª Chamada de 11 a 22 de junho


PRAZO PARA APRESENTAÇÃO DE CANDIDATURAS

até 8 dias após a afixação dos resultados dos exames de admissão.


EFETIVAÇÃO DE MATRÍCULAS DOS CANDIDATOS ADMITIDOS AO 1.º ANO

até 8 dias após a afixação dos resultados das candidaturas.


RENOVAÇÃO DE MATRÍCULAS

até 5 dias úteis após a realização do último exame, exceto para os alunos que têm exames na época de recurso / setembro.

Para mais informações contacte secretaria@metropolitana.pt / 213 617 320