Joana Cipriano

facebook Instagram Youtube

Orquestra Metropolitana de Lisboa

Violas


Joana Cipriano

Joana Cipriano

Viola


Joana Cipriano iniciou os estudos musicais no Conservatório Regional de Castelo Branco na Classe do professor António Ramos, com quem concluiu o Curso de Instrumento em 2004, na Escola Profissional de Artes da Beira Interior. Completou a Licenciatura em Violino na Escola Superior de Música de Lisboa, na Classe do professor António Anjos, e na Classe de Música de Câmara das professoras Irene Lima e Olga Prats, tendo concluído em 2013 os mestrados em Performance e Pedagogia na Escola Superior de Música de Lisboa, na Classe dos professores António Anjos e Alexandra Mendes. Durante esse período, estudou ainda na Lithuanian Academy of Music and Theatre na Classe do professor Martynas Svegzda von Bekker, através do Programa Erasmus.

               

Durante o seu percurso foi laureada em diversos concursos, sendo de destacar uma Menção Honrosa no Concurso de Arcos Júlio Cardona e o 1.º (2007) e 2.º (2006) Lugares no Prémio Jovens Músicos, Categoria Música de Câmara / Nível Superior. Enriqueceu a sua formação frequentando masterclasses com reputados professores e intérpretes internacionais, tais como Serguei Arantounian, Gerardo Ribeiro, Angel Sanpedro, Jan Talich, Rainer Schimdt, Itamar Golan, Quarteto Artis, Quarteto Borodin e Quarteto Talich. Realizou concertos em vários países, entre os quais, a Lituânia, Bélgica, Itália, Áustria, Espanha, França, Alemanha, Luxemburgo, Moçambique, África do Sul, Cabo Verde e Palestina. Apresentou-se em diversos festivais, nomeadamente o Festival Pablo Casals (Prades) e o Festival de l´Eté Mosan (Bruxelas). Colaborou com variadas formações, tais como a Orquestra Gulbenkian, o Ensemble 20/21, a OrchestrUtopica, o Remix Ensemble e a Orquestra Sinfónica Portuguesa, entre outras. Paralelamente fez a sua formação em Viola d´Arco, trabalhando com os professores António Oliveira e Silva, Pedro Muñoz, Ana Bela Chaves e Pedro Meireles.

               

Joana Cipriano é violetista e membro fundador do quarteto ArtZen, com o qual obteve o 1.º Lugar no Prémio Jovens Músicos, e da Camerata Alma Mater dirigida pelo maestro Pedro Neves. Ocupa desde 2017 o lugar de Chefe de Naipe na Orquestra Metropolitana de Lisboa, formação que integra desde 2015. Desenvolve a sua atividade pedagógica na Escola de Música do Conservatório Nacional e na Escola Profissional Metropolitana.