Francisco Sassetti

facebook Instagram Youtube

Escola Profissional Metropolitana

Corpo Docente


Francisco Sassetti

 Francisco Sassetti


PIANISTA ACOMPANHADOR

 

 

Natural de Lisboa, Francisco Sassetti iniciou os seus estudos musicais com Maria Fernanda Costa. Concluiu o Curso Geral de Piano do Conservatório Nacional de Lisboa na classe de piano de Dinorah Leitão, e a Escola Superior de Música de Lisboa, na classe da pianista Tânia Achot. Ingressou no College Conservatory of Music da Universidade de Cincinnatti (EUA) onde obteve, em 1995, o Mestrado em Piano Performance na classe de Eugene Pridonoff. Realizou ainda estudos com Olga Prats, Marie Antoinette Levécque de Freitas Branco, Franck Weinstock, Sequeira Costa, Dmitri Papemo e Olivier Jacquon. Iniciou a carreira de concertista no São Luiz Teatro Municipal em Lisboa, em 1988, e desde então tem-se apresentado sobretudo como pianista acompanhador, mas também a solo ou integrado em grupos de música de câmara. Apresentou-se em Portugal Continental e, ainda, em Espanha, Alemanha, França, Bélgica, E.U.A. e Uruguai. Tem trabalhado com centenas de músicos nacionais e estrangeiros, incluindo a grande maioria dos melhores cantores nacionais das últimas décadas.

 

Foi bolseiro da Fundação Calouste Gulbenkian e da Universidade de Cincinnatti. Foi ainda premiado no 1.º Concurso da Juventude Musical Portuguesa (1988). Gravou com a cantora alemã Ute Lemper para o filme francês Aurelien, para a rádio clássica de Cincinnatti (1995) e diversas vezes para a Antena 2. Gravou ainda diversos CD: «O Fim-Ópera Íntima» (2005) com música de Carlos Marecos, «Vamos Cantar os Clássicos» (2009), «Voyage» (2002) e «A História de Babar e o Polegarzinho» (2011) com Catarina Molder, «A Doce Gotinha» (2012) de Emanuel Andrade, «Brumas» (2010) com a cantora Ângela Silva e o trompista Paulo Guerreiro e «Cantando Para Vós», 2014, com Margarida Pinto Basto.

 

Apresentou-se com a Orquestra Sinfonietta de Lisboa, a Filarmonia das Beiras, e ainda com o Coro do Teatro Nacional de S. Carlos, o Coral Regina Coeli, o Coral Luísa Todi, o Lisboa Cantat, o Coro da Universidade de Lisboa e o Coro Públia Hortênsia, entre muitos outros. Dirigiu com Helena Vieira o coro Jovens Vozes de Lisboa em 2011 e 2012, para o qual escreveu o musical Muxima, com encenação de Rita Ribeiro e coreografia de Kelly Maiolle, que contou com a participação de Bernardo Sassetti.

 

Tem feito a estreia mundial de diversas obras de compositores portugueses e nos últimos anos tem-se dedicado à composição de peças para piano. Desde 1997 integra o corpo docente da Escola Superior de Música de Lisboa, como pianista acompanhador e é ainda pianista acompanhador na Escola Profissional Metropolitana.