Calendário Geral

A Arte do Trio de Cordas

facebook Instagram Youtube

Programação e Bilheteira

Calendário Geral


A Arte do Trio de Cordas


>Anterior
2018 dez 2019 jan fev mar abr mai jun jul ago set
Seguinte
22

MUSEU NACIONAL DE ARTE ANTIGA


A Arte do Trio de Cordas

O trio de cordas é uma formação que não facilita a vida aos compositores e aos intérpretes. Não permite grandes variações dinâmicas nem contrastes expressivos acentuados, também em virtude da semelhança tímbrica dos instrumentos que o compõem: o violino, a viola e o violoncelo. Requer, por isso, uma concisão de escrita meticulosamente calculada, capaz de desenhar na partitura os gestos necessários para despertar a imaginação do ouvinte, o que só está ao alcance dos grandes mestres desta arte. Os Solistas da Metropolitana propõe-se neste concerto perseguir esse encalço, percorrendo estilos e soluções que surpreendem pela diversidade. Iniciam com Sibelius, no primeiro andamento de um trio que nunca chegou a ser completado. Avançam depois um século, rumo à virtuosa articulação expressiva de Penderecki, já em 1991. Do início do século XIX, recuperam um outro trio, também inacabado, desta feita pelo espírito clássico do jovem Schubert. Por fim, revisitam o neoclassicismo de Hindemith e o seu Trio de Cordas N.º 1, de 1924.

 

 

A Arte do Trio de Cordas

Solistas da Metropolitana

 

Sábado, 22 de dezembro, 16h00, Museu Nacional de Arte Antiga

 

J. Sibelius Lento, Andamento do Trio de Cordas em Sol Menor, JS 210

K. Penderecki Trio de Cordas

F. Schubert Andamento para Trio de Cordas em Si Bemol Maior, D. 471

P. Hindemith Trio de Cordas N.º 1, Op. 34

 

José Pereira violinoJoana Tavares violaCatarina Gonçalves violoncelo