José Pereira

facebook Instagram Youtube

Orquestra Metropolitana de Lisboa

1ºs Violinos


José Pereira

José Pereira

Violino


 

José Pereira iniciou os estudos musicais na Banda Musical Lanhelense. Mais tarde, estudou na Escola Profissional de Música de Viana do Castelo, com Armando Gonzalez, e na Academia Nacional Superior de Orquestra, com Aníbal Lima. Frequentou masterclasses com Serguei Arantounian, Nicolas Chumashenco, Anotoli Swarzburg, Evélio Teles, Aníbal Lima, Gerardo Ribeiro, Lee-Chin Siow, Ilian Gronniz, Serguei Kravechenco, Vadim Répin e Thomas Brandies, entre outros. Em 2003 e 2004 recebeu, respetivamente, o 2.º Prémio e o 1.º Prémio em Violino - Nível Superior no Prémio Jovens Músicos da RDP - Antena 2”.

               

Já trabalhou com os maestros Peter Rundel, Emilio Pomárico, Brad Lubman, Paul Hillier, Michael Sanderling, Olari Elts, Joseph Swensen, Stefan Asbury e Peter Etvoos, entre outros. Tocou com orquestras como a Orquestra Sinfónica do Porto Casa da Música, a Orquestra Metropolitana de Lisboa, a Orquestra Gulbenkian, a Orquestra Académica Metropolitana, a Orquestra Pedro Álvares Cabral e a OrquestrUtópica, entre outras. É membro fundador do Ensemble Contrapunctus e do Webern Trio, e apresenta-se regularmente com o Sond’Art Electric Ensemble, o Ensemble Darcos e o Musik Fabrik de Colónia. Em 2014 tocou a solo com a Orquestra de Sopros do Departamento de Comunicação e Arte da Universidade de Aveiro e com a Orquestra Clássica de Espinho.

               

Para lá de já se ter apresentado em todas as principais salas de concerto nacionais, e de integrar regularmente a programação dos principais festivais de música portugueses, também atuou em Valência, Roterdão, Huddersfield, Barcelona, Estrasburgo, Paris, Orleães, Bourges, Reims, Antuérpia, Madrid, Budapeste, Norrköping, Viena, Witten, Berlim, Amesterdão, Colónia, Zurique, Luxemburgo e Bruxelas. Em 2011, com o Remix Ensemble, apresentou-se no Wiener Festwochen (Viena), no Festival Agora (IRCAM – Paris) e, em 2012, no Festival Música de Estrasburgo e na Filarmónica de Berlim. É também com o Remix Ensemble que tem vários discos editados, com obras de Pauset, Azguime, Côrte-Real, Peixinho, Dillon, Jorgensen, Staud, Nunes, Bernhard Lang, Pinho Vargas, Wolfgang Mitterer, Karin Rehnqvist, Pascal Dusapin e Luca Francesconi, sendo que o disco dedicado a Dusapin mereceu destaque na revista Gramophone, sendo incluído na lista da Escolha dos Críticos de 2013.

               

Entre os principais projetos mais recentes, destaca-se a participação a solo com a Orquestra Metropolitana de Lisboa, a participação como Concertino Convidado na Orquestra Basel Sinfonietta, a estreia mundial da ópera Giordano Bruno de Francesco Filidei pelo Remix Ensemble Casa da Música, no Porto e em Estrasburgo, e também a estreia mundial de RI-TRATTO para violino solo, do compositor Heinz Holliger.

               

Atualmente, José Pereira é membro do Remix Ensemble Casa da Música, 2.º Concertino na Orquestra Metropolitana de Lisboa e professor de Violino na Academia Nacional Superior de Orquestra.