Outros Projetos

Integral das Sinfonias de Brahms II

facebook Instagram Youtube

Programação e Bilheteira

Outros Projetos


Integral das Sinfonias de Brahms II


>Anterior
2017 out nov dez 2018 jan fev mar abr mai jun jul
Seguinte
12

PAVILHÃO PAZ E AMIZADE, LOURES


Integral das Sinfonias de Brahms II

Como a noite e o dia, assim é o contraste entre a primeira e a segunda sinfonia de Brahms. Após catorze anos de gestação que culminaram numa obra carregada de dramatismo e exultação, quatro meses bastaram para concluir esses outros quatro andamentos com duração semelhante, mas marcados por maior lirismo e descontração. Para isso terá contribuído o ambiente idílico do lago austríaco Wörthersee, junto ao qual o compositor alemão passou esse verão de 1877. E porque de humores se trata, o programa completa-se com duas obras que revelam os ânimos contraditórios da personalidade de Beethoven. Filipe Pinto-Ribeiro é solista no Concerto para Piano N.º 3, uma partitura sobre a qual ainda paira a figura de Mozart, mas onde já se adivinha a transição para o romantismo. Sete anos mais tarde, concluídas as primeiras quatro sinfonias, e com a composição d’«A Quinta» em pleno curso, o temperamento desmedido de Beethoven reconhece-se na figura lendária do general romano Coriolano, à luz da tragédia homónima de Shakespeare.

 

INTEGRAL DAS SINFONIAS DE BRAHMS II
Orquestra Metropolitana de Lisboa

 

Domingo, 12 de novembro, 18h00, Pavilhão Paz e Amizade (Loures)


L. v. Beethoven Abertura Coriolano, Op. 62

L. v. Beethoven Concerto para Piano N.º 3, Op. 37

J. Brahms Sinfonia N.º 2, Op. 73

 

Filipe Pinto-Ribeiro piano

Pedro Neves Maestro